Reportagem

Como vender itens de Playerunknown’s Battlegrounds na Steam e ganhar dinheiro na plataforma

O ano de 2017 foi marcado por dois grandes fenômenos nos games para PC: microtransações e Playerunknown’s Battlegrounds(PUBG). O jogo em questão se tornou um dos mais vendidos na história do PC e é tão popular que ganhou um prêmio antes mesmo de ser lançado oficialmente.

Para quem esteve fora da internet no último ano, Playerunknown’s Battlegrounds é um game de Battle Royale que, no maior estilo “Jogos Vorazes”, coloca o jogador e mais 100 pessoas em um mapa com armas e suprimentos espalhados para um combate até a morte.

Lá nos arredores de março, a experiência era cheia de bugs, já que o game é feito por um estúdio independente, a Bluehole, e foi lançado em acesso antecipado, uma espécia de beta aberto em que os jogadores podem comprar o game ainda em desenvolvimento. Agora, porém, o jogo já está completo no PC e se destaca por ter alguns itens extremamente valiosos no mercado da Steam.

Diferente de PUBG, as microtransações não são divertidas e tem como foco dar continuidade financeira para o game: são sistemas colocados nos jogos para incentivar os usuários a comprarem itens digitais, usando uma moeda do game ou, para os apressadinhos, dinheiro de verdade.

Assim como vários outros jogos de grande porte do ano passado, PUBG possui um sistema de microtransações, mas graças a Steam do PC, ele traz um diferencial: os jogadores podem vender itens do game e ganhar dinheiro de verdade para gastar em outros jogos da plataforma.

Neste breve artigo, você pode aprender um pouco mais sobre o Mercado da Steam e como ganhar uma grana com as infames microtransações no PC.

Segundo Brendan Greene, o criador do jogo, a probabilidade de ganhar algumas roupas em PUBG é de 0,01%, o que faz alguns itens serem vendidos por até R$ 5 mil no mercado da Steam. Se você já possui PUBG há um bom tempo e ainda não deu atenção para as caixas de itens que ganhou, pode estar deixando de ganhar um dinheirinho que pode ser de grande uso em promoções futuras da Steam.

Como eu ganho itens em PUBG?

Para conseguir itens, basta jogar: as partidas de PUBG geram pontos chamados de Battle Points (BPs), a moeda digital do game, que permite comprar caixas de itens por quantias a partir de 700 BPs (no momento em que o texto foi escrito, isso pode variar com o passar do tempo).

Abates e altas posições nos rankings da partida e vitórias geram mais pontos, abrindo portas para mais compras dentro do game. Você pode adquirir caixas na divisão Rewards, em Get Crates.

O jogo possui diversos tipos de caixas e que dão uma grande variedade de itens, como Desperado, Biker e Survivor Crate, cada uma com seu valor em específico. As caixas em si já podem ser vendidas por preços consideráveis na Steam, mas os itens que vem nelas podem ser valiosos também. Os baús, porém, seguem o sistema de loot boxes, dando apenas um item aleatório ao jogador. Com isso, você pode ganhar uma calça que vale R$ 15,mas é bem mais provável que você tire um item que vale 1 centavo.

Os valores de cada item depende de sua raridade no game e disponibilidade, o que torna o Mercado da Steam uma espécie de bolsa de valores para itens digitais.

Como vender itens no mercado da Steam?

Todos os objetos ganhos em jogos dentro da Steam são movidos para o inventário do usuário, que pode ser acessado pelo aplicativo ou site da plataforma. Para encontrar seus itens cosméticos ou caixas, basta ir até o seu nome de usuário no menu da Steam, na seção “Inventário”.

O esquema de venda é parecido com o das Cartas Colecionáveis Steam, que também podem ser ganhas enquanto o usuário joga. No caso de PUBG, os itens do game estão no compartimento com o nome do jogo. Para colocá-los para venda, basta selecionar o objeto em questão e clicar no botão verde “Anunciar”. Itens padrão do game não podem ser vendidos.

A janela de anúncio mostra o valor que será cobrado para o jogador que comprar o item e a quantia que será recebida pelo usuário, além de um gráfico mostrando as fluatações de preço. Por fim, para fazer o anúncio, é necessário concordar com as diretrizes do serviço. Normalmente, também é preciso fazer uma confirmação do anúncio via e-mail ou autenticador móvel da Steam.

O usuário pode escolher qual será o valor cobrado pelo item anunciado, mas é sempre bom manter a média de preço apontada pela plataforma para ter uma venda rápida. Quando algum usuário adquirir seu item, o valor é depositado diretamente nos seus fundos da Steam.


A Steam cobra uma taxa para si e também para o game quando um negócio é fechado. Logo, o valor cobrado para o comprador não é o mesmo que o vendedor vai receber.

É válido lembrar que os valores dos objetos costumam mudar com bastante frequência, logo, um item que é valioso hoje pode estar desvalorizado amanhã. Para manter o controle de especulações, a Steam também barra durante uma semana a venda de itens recém comprados na plataforma. Logo, se você está pensando em comprar itens para revendê-los, é melhor ter cautela.

Para jogadores comuns, que ganham peças cosméticas e caixas que não pretendem abrir, as vendas do mercado Steam são uma boa opção para garantir uma grana para ser gasta dentro da loja de games do PC.

O lado negativo…

Apesar de ser um sistema cheio de vantagens, o comércio de itens em PUBG tem gerado um grande problema no game: o grande número de trapaceiros. Como conseguir dinheiro com a venda de itens está ligado diretamente a ganhar partidas do game, o jogo possui um alto número de cheaters, que estão sendo banidos gradativamente.

Segundo relatos, existe até um comércio de softwares para vencer partidas, o que está causando dores de cabeça nos desenvolvedores do game. Nos últimos meses, a PUBG Corp, divisão da Bluehole dedicada ao seu game de maior sucesso, tem feito uma força-tarefa para retirar qualquer um pego com programas que modificam o jogo. Logo, se você está pensando em dar uma de espertinho e trapacear para ganhar mais itens, isso não é uma boa ideia e pode até gerar uma pena mais tensa que o simples banimento do game.

%d blogueiros gostam disto: